Comissão Especial vai apurar diplomas distribuídos pela Sect

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) propôs à Assembleia Legislativa a criação de uma Comissão Especial para apurar a oferta de cursos profissionalizantes pela Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, alvo de críticas de parlamentares, que acusam seu titular de fazer campanha antecipada com a máquina pública.

Sem citar o nome do secretário de Estado Vandinho Leite, Enivaldo voltou a criticar o chefe da pasta que estaria, segundo o parlamentar, distribuindo, de maneira irregular, certificados de conclusão de cursos sem que eles fossem ministrados para ampliar seu eleitorado para 2018.

“Vamos abrir aqui a Comissão para trazer os alunos formados e ver se eles sabem ao menos onde foram entregues esses diplomas”, disparou o deputado, que voltou a relacionar outros deputados da Assembleia à entrega sistemática de diplomas pela Secretaria.

“Além dos alunos, vamos revelar nessa comissão quem são os parlamentares que ficam aqui conversando nos cantos do plenário, mas que se beneficiam com esses diplomas”, afirmou Enivaldo. Em seu discurso, Enivaldo afirmou ter sido alvo de críticas distribuídas pela equipe da Sect em panfletos que teriam sido confeccionados a mando do secretário.

“É uma utilização clara da máquina pública em benefício próprio”, concluiu. A criação de uma comissão parlamentar especial não obedece à fila de CPIs e deve ser aprovada em plenário pelos deputados da Casa.

 

 

 

COMPARTILHAR