Aprovado projeto do “Dia Municipal da Pipa” na Câmara de Barra de São Francisco

3569

Virou motivo de chacota nas redes sociais o Projeto de Lei nº 3077/2018 do vereador Admilson Ribeiro Brum, por meio do qual institui no Município de Barra de São Francisco/ES o “Dia Municipal da Pipa”. O projeto do vereador virou tema nos botecos, filas de banco, em papos de lavadeiras, velórios, horários de cafezinho em empresas, onde quer que tenha mais de duas pessoas.

A aprovação do projeto aconteceu nesta quinta-feira, (17), na Câmara Municipal de Barra de São Francisco. Na votação o vereador Juvenal Calixto se absteve do voto, Zilma Matos votou contra, o Zé Valdeci não votou por estar ausente do plenário, o presidente da casa não vota nesse tipo de projeto, somente em caso de empate e os demais vereadores votaram pela aprovação do projeto de Lei.

Destacamos que há tempos atrás o mesmo vereador colocou em pauta um projeto proibindo soltar pipa no município e numa demonstração de que esta mais perdido que cego em tiroteio vem apresentar o “Dia da Pipa”.

“Não sei se Excelentíssimo vereador estava voando, fora do planeta ou soltando pipa no momento em que teve a ideia de apresentar esse Projeto de Lei inútil. Mas sei, porém, que em um momento de tantas dificuldades e a grave crise financeira que assola o país, não era o momento para a proposição de um projeto tão descabido”, disse um cidadão abordado.

O vereador Paulinho do Hospital disse que compareceram na sessão da Câmara, aproximadamente umas 20 pessoas que praticam o esporte de soltar pipa e segundo o vereador a justificativa dos mesmos é que ambos participam de festivais de pipas e no entender deles estão incentivando crianças a brincar, ao invés de permanecer no mundo das drogas.

A Lei 12.192/06 proíbe o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de papagaios ou pipas. O problema não é soltar pipas; o que preocupa é o cerol que é produzido com o objetivo de cortar a linha dos outros, sendo o infrator menor, os pais serão responsabilizados na forma da Lei.

A proposição de um projeto de Lei para comemorar o “Dia Municipal da Pipa” foi recebido pela maior parte dos eleitores e dos internautas como falta de criatividade e gozação com a cara do povo.

COMPARTILHAR